domingo, 29 de janeiro de 2012

SERENO


Orvalho

num soluço da noite
tudo se cala, sereno resvala/
lágrima, enfim cai



Um comentário:

Vera Portella disse...

Moça...tu é demais.
Adoro todo trabalho teu.
beijo
vera portella